Curiosidades
5 principais tendências de cibercrimes para 2024
Brasiline
7 de novembro de 2023

Phishing e epidemia de roubo de dados são cibercrimes que estarão entre tendências do cibercrime em 2024

Neste artigo, você verá algumas das principais tendências de cibercrimes para 2024, de acordo com especialistas em cibersegurança, e que devem estar no radar das organizações, para que elas possam agir de forma proativa. Confira a seguir.

Estados se aliam aos cibercriminosos

Durante anos, segundo especialistas, as atividades patrocinadas por Estados e os cibercrimes foram áreas muito diferentes, com o primeiro girando em torno da espionagem cibernética e ataques destrutivos para fins geopolíticos e militares, e o cibercrime se concentrava apenas em ganhar dinheiro.

Entretanto, a Agência Nacional do Crime (NCA) do Reino Unido observa cada vez mais uma convergência entre essas duas áreas. Isso não se manifesta apenas no fato de que alguns atores usam técnicas de crimes cibernéticos para roubar dinheiro para o Estado, mas também no fato de que alguns governos ignoram as atividades de ransomware e outros grupos.

“No último ano, começamos a ver Estados hostis começarem a usar grupos do crime organizado – nem sempre da mesma nacionalidade – como agentes”, alerta o chefe da NCA, Graeme Biggar. “É um desenvolvimento que nós e nossos colegas do MI5 e da polícia antiterrorismo estamos observando de perto”, explica.

Há uma ligação crescente entre o crime organizado e os Estados nacionais. Na verdade, há apenas três meses, a empresa ESET alertou sobre o caso do grupo apelidado de Asylum Ambuscade, que transita entre o crime e a espionagem. Se essa estratégia se tornar generalizada, se tornará mais difícil atribuir as violações, ao mesmo tempo em que potencialmente fornecerá aos grupos criminosos conhecimentos mais sofisticados.

Roubo de dados alimenta uma epidemia de fraudes

No Reino Unido, a fraude já representa 40% de todos os crimes, com 3/4 dos adultos atacados em 2022, seja por telefone, pessoalmente ou online, de acordo com a NCA. Isso se deve, em parte, a uma enxurrada contínua de dados comprometidos que fluem para os mercados da dark web.

As informações comercializadas nesses mercados não são apenas estáticas, como dados de cartões, mas são coletadas de vários pontos de dados extraídos do dispositivo da vítima.

A cadeia de suprimentos dos cibercrimes, do roubo de dados à fraude, pode envolver muitos atores diferentes, desde intermediários de acesso inicial (IABs) e hosters, até fornecedores de contraprogramas antimalware e serviços de criptografia.

As mesmas vítimas como alvo de vários ataques

A maneira como o crime cibernético funciona hoje significa que mesmo as organizações que acabaram de sofrer um ataque não podem respirar aliviadas. Isso ocorre porque os IABs vendem acesso de vários agentes de ameaças às mesmas organizações, o que significa que o mesmo conjunto de credenciais corporativas comprometidas pode estar circulando entre vários atores de ameaças.

Phishing continua eficaz

O phishing tem sido um dos principais vetores de ameaças por muitos anos, e continua sendo uma das vias favoritas para obter nomes de usuário e informações pessoais, bem como implantar malware.

As pessoas ainda são o elo mais fraco da cadeia de segurança, junto com o protocolo RDP (Remote Desktop Protocol) de força bruta e a exploração de falhas de VPN, e-mails de phishing carregados de malware são a maneira mais comum de obter acesso inicial a redes corporativas, de acordo com o relatório.

Há poucos indícios de que os invasores mudarão de tática enquanto o phishing permanecer tão eficaz.

Comportamento criminoso entre os jovens

Os sites da dark web sempre foram um lugar para negociar dados roubados e ferramentas de hacking e também conhecimento. Segundo a Europol, os usuários que procuram e recebem recomendações sobre como evitar a detecção e como tornar os seus ataques mais eficazes continuam a persistir.

Tutoriais, perguntas frequentes e manuais de instruções oferecem ajuda sobre campanhas de fraude, lavagem de dinheiro, exploração sexual infantil, phishing, malware e muito mais.

Sites e fóruns subterrâneos

Alguns sites, que operam na web clara (ou superfície, a que nós utilizamos), também são usados para recrutamento. Um relatório de 2022 mencionado pela Europol afirma que 69% dos jovens europeus cometeram pelo menos uma forma de cibercrime ou de dano ou risco em linha, incluindo branqueamento de capitais e pirataria digital.

Fonte

Conte com a Brasiline para proteger a sua empresa

Nosso objetivo é garantir um alto nível de serviço e qualidade nos projetos, para que a sua TI seja usada de forma estratégica, a favor dos seus negócios e das pessoas envolvidas. Assim, sua empresa pode focar no que realmente interessa: no seu core business. Conte com nossos Experts e garanta para sua operação um suporte técnico ágil e eficiente.

Conheça nossos cases de sucesso
Entre em contato conosco

Mais Recentes
Como funcionam os golpes de falso suporte técnico?
Brasiline
13 de junho de 2024
Fraudes de suporte técnico estão virando tendência em todo o mundo. Veja como isso acontece e o que você pode […]
Brasiline Realiza Cyber Day: Proteção e Inovação em OT, IA e SASE na Faminas
Brasiline
11 de junho de 2024
Na última quinta-feira, dia 06/06/24, a Brasiline Tecnologia teve o prazer de realizar o Cyber Day: Proteção e Inovação em […]
Cibersegurança, 
Infraestrutura e Cloud. 
Este é o nosso negócio!
Para saber mais sobre os produtos e serviços Brasiline, fale com um de nossos consultores
© Copyright 2024 Brasiline Tecnologia - Desenvolvido por Skyflare - Política de Privacidade | Termos de Serviço
Cadastre-se e fale com um especialista via WhatsApp!
calendar-fullcross
Como podemos te ajudar?