16 de maio de 2022

Costa Rica sofre uma série de ataques ransomware

O governo da Costa Rica declarou estado de emergência nacional no último domingo (8), diante da série de ataques de ransomware que vem sofrendo pelo grupo cibercriminoso Conti.

Segundo as informações oficiais do governo costa-riquenho, o Ministério da Economia foi o primeiro a ser atingido pelos golpes, que vêm sendo registrados desde o dia 18 de abril. Ao longo das últimas semanas, as pastas de Trabalho e Previdência, Desenvolvimento Social e Ciência, Telecomunicações, Tecnologia e Inovação também foram atingidas, assim como institutos meteorológicos, universidades e órgãos regionais.

Enquanto o governo diz avaliar e analisar que tipo de informações foram obtidas pelos criminosos, o site mantido pelo grupo Conti na dark web já começou a vazar dados dos cidadãos. De acordo com os bandidos, foi exigido um valor de US$ 10 milhões que a administração não pagou, o que motivou o início da publicação de um volume de mais de 672 GB de informações.

Além de provavelmente ter exposto dados dos cidadãos do país, o conjunto também traz bancos, códigos-fontes e detalhes estruturais de sistemas e sites do governo. Enquanto isso, de acordo com a administração da Costa Rica, plataformas digitais ligadas ao Ministério da Economia, bem como assinaturas e verificações digitais, certificados e procedimentos online estão fora do ar desde meados de abril, dificultando o acesso da população e aumentando o tempo de espera pela burocracia.

Página de vazamento de dados do governo da Costa Rica pelo grupo Conti, que fala em motivação financeira e promete novos golpes contra a infraestrutura do país (Imagem: Reprodução/Bleeping Computer)

O presidente comunicou que a declaração de estado de emergência é a melhor forma de a sociedade responder aos atos criminosos do grupo Conti.

Já o texto publicado pelo grupo hacker junto ao vazamento dos dados dispensa a ideia de que o golpe tem interesses internacionais, e seria realizado com intuito puramente financeiro. A nota também promete que mais ataques estão por vir.

Quem são os hackers envolvidos?

O grupo Conti é uma das principais quadrilhas de ransomware em atividade, ligada a grupos de origem russa, mas não necessariamente afiliada ao governo de Vladimir Putin. O bando já realizou golpes contra o governo da Irlanda e organizações de saúde dos Estados Unidos.

Fonte

Veja também: Estratégias anti-ransomware 

Sobre a Brasiline

A Brasiline construiu, em mais de 18 anos de mercado, uma equipe que é referência no setor, sempre investindo na qualificação dos profissionais e na implantação de soluções eficazes, baseadas nas melhores práticas de projetos e processos. Chamamos esse nosso time de Experts Brasiline.

Uma equipe de profissionais com ampla experiência no mercado de TI cibersegurança e missão crítica, com objetivo de prestar uma consultoria criteriosa, avaliando as reais necessidades do cliente e sugerir a melhor alternativa.

Nosso objetivo é garantir um alto nível de serviço e qualidade nos projetos, para que a sua TI seja usada de forma estratégica, a favor dos seus negócios e das pessoas envolvidas. Assim, sua empresa pode focar no que realmente interessa: no seu core business. Conte com nossos Experts e garanta para sua operação um suporte técnico ágil e eficiente.

Conheça nossos cases de sucesso
Entre em contato conosco

Compartilhar
Como podemos te ajudar?